DIARIO DAS GUARDAS EM BLOG


Flagrante

GM surpreende envolvido em furto de toca-CD no centro de Limeira

Data: 30/11/2006

Quando apanhado pela Guarda Municipal logo depois de estourar um dos vidros laterais de um Gol Geração III que estava estacionado na Rua Barão de Cascalho, L.C., 18 anos, do Jardim Vista Alegre tinha tudo planejado para escapar da prisão, mas não teve sorte.
Embora levasse consigo uma camiseta de cor diferente da que usava e um boné - que após a troca, serviria para despistar a polícia durante a fuga - foi flagrado pelo GM dos Santos quando furtava a frente removível do toca-CD instalado no painel do veículo.
Ele tinha usado uma chave de fenda de cabo amarelo para retirar o equipamento. O GM, que prestava serviço no Juizado Especial Criminal (Jecrim) observou quando o rapaz tentava fugir após arrombar o carro e pediu ajuda a outras equipes para detê-lo.
L.C. foi conduzido ao 1º DP pelo inspetor Oswaldo e GM Ranches, sendo autuado em flagrante por tentativa de furto. Os guardas informaram que mudar a roupa por outra de cor diferente após um crime é a tática mais usada para misturar-se na multidão.
Autuado pelo delegado Renato Balestrero Barreto, admitiu que tentaria vender o equipamento logo em seguida. Disse não ter um receptador específico, mas revelou que “qualquer um na rua” compraria facilmente o equipamento por cerca de R$ 150.
Questionado se mantinha alguma dependência por droga, o rapaz balançou a cabeça negativamente, revelando que usava apenas maconha. “Maconha não é droga, é mato”, disse, com convicção. Ele permaneceu preso sem pagamento de fiança.

ESCOLA

A EMEIF Mário Covas, que fica na Rua Carlos H. Teixeira Martins, Parque Residencial Belinha Ometto também foi alvo de furto flagrado à 1h11 de ontem pelo cabo Lucas e soldado Serra, da Polícia Militar. Um adolescente de 16 anos foi detido no local.
Utilizando um alicate e contando com a ajuda de outros dois comparsas que conseguiram fugir, o jovem havia cortado cabos de alumínio do sistema de pára-raios da escola. Já havia separado o material em três rolos, quando os policiais chegaram.
Um morador das proximidades havia telefonado para o Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) denunciando que havia três pessoas sobre o telhado da escola. Quando os policiais chegaram, dois já haviam fugido e o jovem estava na parte interna.
O delegado Edgar Albanez, que estava de serviço no plantão, autuou o jovem e o entregou a familiares. Cópia da ocorrência foi enviada para a Vara da Infância e de Juventude. Os fios cortados foram restituídos à diretora da escola.

Jornalista: Assis Cavalcante



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 06h43
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Umuarama
Guarda Municipal em primeira blitz de trânsito

Umuarama
Cleverson E. Zanquetti

Guardas Municipais de Umuarama (GMU) realizaram ontem um curso prático de agente de trânsito. As atividades correspondem as ações que visam efetivar a municipalização do trânsito na cidade. Além do comando da GMU, a Blitz realizada próximo ao Bosque Xetá, contou com a participação do Pelotão de Trânsito da PM, Polícia Rodoviária, além de guardas municipais de Foz do Iguaçu, psicóloga, e do diretor de trânsito de Foz.
O diretor da GMU, Ricardo Ulian disse que o semáforo da avenida presidente Castelo Branco foi desligado por algumas horas para que os guardas e futuros agentes de trânsito colocassem em prática as instruções de controle de tráfego. "Eles puderam por em prática a maioria das técnicas de controle de trânsito aprendidas na teoria".
Ulian lembrou que Umuarama está integrado ao Sistema Nacional de Trânsito, junto ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). "Dos 399 municípios paranaenses apenas 28, assim como nós, estão integrados ao Sistema. Nossa intenção, é de até o final de fevereiro, assumirmos o controle do trânsito em nossa cidade", revelou.
O número de veículos autuados ou retirados de circulação não foi divulgado.



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 08h18
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




28/11/2006 21:56

CPI aponta que bandidos têm posse de 4 milhões de armas

O relatório do deputado Raul Jungman, um dos sub-relatores da CPI, é assustador. Mostra como o comércio de armas clandestino é feito quase abertamente no Brasil. Prova de modo irrefutável que a bandidagem é armada pela cumplicidade,negligência e incompetência das autoridades federais e estaduais.

O relatório, cuja íntegra pode ser acessada no site da Câmara dos Deputados, no espaço destinado a CPIs, mostra como os brasileiros estão desamparados pelo seu governo na questão de segurança. Até mesmo as Forças Armadas fazem parte na cadeia de irresponsabilidade e omissão que leva armas para as mãos da bandidagem.

Transcrevo abaixo alguns trechos reveladores do relatório assinado pelo deputado Raul Jungman.

"Os resultados desta investigação pioneira no país são devastadores, e em grande medida explicam porque morrem no Brasil uma média de 100 pessoas vítimas de armas de fogo por dia, colocando o país como campeão mundial em números absolutos quanto a mortes desta natureza, superando países em
conflito bélico, como o Iraque, Israel/Palestina e a Colômbia.

-Segundo a pesquisa nacional “Brasil: as Armas e as Vítimas” (ISER, 2005), circulam no Brasil mais de 17 milhões de armas de fogo, 90% delas em mãos civis, isto é,não são pertencentes às Forças Armadas e às forças de segurança pública;

Desses 90%, mais de 50% são armas ilícitas, isto é, não registradas, das quais se calcula que 54% estão na posse de “cidadãos de bem”, e 46% na posse de criminosos: quase 4 milhões de armas nas mãos de delinqüentes.

Agora vejam abaixo depoimento de dois dos maiores negociantes de armas clandestinas do país. É desolador imaginar como tanta arma, tanta munição pode sair das fabricas para mãos de criminosos, por omissão criminosa de autoridades que responsáveis pela defesa do cidadão.

"O Rei das Armas- Antonio de Farias", na ocasião preso, prestou depoimento a essa CPI em 28.4.05. Revelou-se que o então proprietário das lojas “Rei das Armas”, comduas filiais em Recife e uma em Timbaúba, possuía também vários depósitos clandestinos de pólvora e munição.
Segundo afirmou, ele era quem “mais vendia armas e munições no Nordeste, cerca de 500 armas por mês, até que o
Estatuto do Desarmamento reduziu essas vendas”. Disse ter sido premiado pela indústria brasileira de armas como “campeão de vendas do ano”.
Em suas lojas, foram apreendidas 338 armas, 72.366 cartuchos, 24.200 espoletas, centenas de quilos de pólvora, 600 carretas de estopim para explosivos, centenas de canos de arma, entre outros itens. Quase todo o material sem nota fiscal, muito armamento e munição de venda proibida para civis, como 200 cartuchos para fuzil de guerra AR-15, munição para os calibres proibidos 9 mm, . 40 e . 44., 12 espingardas com cano cortado (muito
usadas por bandidos e policiais) e dezenas de canos para armas (canos são muito procurados por criminosos e policiais-bandidos, que os trocam nas armas usadas em crime, para dificultar a perícia).
O lojista não negou que vendia armas ilegais para policiais.

- A Revendedora Brustolin -Ocorrência anterior responde em parte a esta última pergunta. Embora solto,com as lojas abertas, e ativo em seu negócio, o Sr. Antonio Farias já havia sido processado a partir da maior apreensão de munições já realizada no país, no Rio Grande do Sul.

Na ocasião, seu motorista transportava, em fundo falso de seu caminhão, 1.144.000 cartuchos, 1.920.000 espoletas para munição e 30 quilos de pólvora, tudo sem nota fiscal, comprados da CBC e da IMBEL pelo gerente da revendedora Brustolin, Sr.LeandroBrustolin (depôs nesta CPI em 28.04.05), tendo como intermediário o gerente da fábrica Rossi, Sr. Paulo Roberto Schilling da Silva, que depôs no mesmo dia que o anterior nesta CPI.

A autorização para o depósito, e posterior transporte, havia sido dado, “por fax”, pelo fiscal militar responsável. Isto é, mais de 3 milhões de itens de munição, comprados, depositados e prestes a ser transportado de forma ilegal, sem notas, passaram por todos os trâmites oficiais de um controle meramente
burocrático e inócuo".


enviada por Etevaldo Dias
language=JavaScript>exibeComentario(18704919, 'blogdoet', '2006_49.html#post_18704919');

Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 04h27
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Ocorrencias atendidas pela Guarda Municipal de Lem

 

No dia 07/11, por volta das 09h30 as ROTRANs (Motos) da Guarda Municipal, GMs Doniseti, Lopes e Eduardo foram acionados à R. Olímpio dos Santos, Jd. Capitólio, onde segundo informações W.A.A., de 25 anos havia fugido da Clínica “Antonio Luiz Sayão” em Araras, que encontrava-se internado para recuperação de dependência química de uso de entorpecente e estava agressivo pela via pública.

         Após consulta de sua documentação, foi constatado que o mesmo encontrava-se com mandando de prisão. Diante disso, com o apoio dos GMs Calcetti, Montan, Sérgio, Bueno, Oliveira e GMF Ana Lúcia,  W.A.A foi conduzido ao 1º DP, sendo elaborado Boletim de Ocorrência de Captura de Procurado e posteriormente recolhido à Cadeia Pública do município.

 

 

 

PORTE DE ENTORPECENTE

 

 

Os GMs Gueldini e Almeida no dia 13/11 às 12h40 deparam com W.R.F., de 18 anos e D.A.N de 17, fazendo uso de entorpecente pela R. Otávio Maurício Pommer, Jd. Quáglia. Ambos foram conduzidos ao 2º DP para elaboração de Boletim de Ocorrência de Porte de Entorpecente, constatado por exame como maconha.

 



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 20h53
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Guarda Municipal será integrada ao Ciops
Ligações feitas pelo 190 poderão ser atendidas por guardas municipais. A integração dos serviços deve começar em dezembro, com a instalação de uma ilha da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF) na sede do Ciops

Ricardo Moura
da Redação

27/11/2006 02:32

A partir de dezembro, as ações da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF) passam a ser integradas ao Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops). A informação é do diretor da Guarda Municipal, Arimá Rocha. Segundo ele, os guardas usarão a mesma freqüência de rádio comunicação da Polícia Militar, fazendo com que as chamadas de emergência possam ser atendidas pela GMF. Para tanto, será instalada uma ilha (central de atendimento de chamadas) específica para a Guarda no Ciops, assim como acontece com a PM, a Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros.

Inicialmente, a integração funcionará em um período de 12 horas por dia. O objetivo, nos meses seguintes, é fazer com que o atendimento seja ampliado para 24 horas diárias. Segundo Arimá Rocha, a integração é um caso único no Brasil e a primeira etapa no processo de ampliação da presença da Guarda Municipal na cidade. Constitucionalmente, a GMF é responsável pela segurança do patrimônio histórico, cultural e ambiental da cidade, como praças, museus e parques ambientais mantidos pela Prefeitura.

Para Arimá Rocha, o aumento do efetivo, por meio do concurso público, permitirá à Guarda Municipal estar em algumas áreas da cidade como o Centro de Fortaleza e as áreas de lazer da Praia de Iracema, Beira Mar e Barra do Ceará. "Vamos reforçar a nossa ação no Centro de Fortaleza, aumentando o número de guardas de cinco para 20, no mínimo. Ocorrências de pequeno porte, como furtos e danos ao patrimônio poderão ser atendidas pela Guarda Municipal. Com isso, a PM ficará liberada para agir em áreas mais críticas da cidade", disse.

Embora a Guarda Municipal possa ser acionada pelo 190, ela não pode assumir o papel de Polícia. Além das restrições constitucionais no que diz respeito à sua atuação, os guardas municipais não podem andar armados. Para que isso ocorra, o Estatuto do Desarmamento prevê que antes sejam criadas uma Ouvidoria e uma Corregedoria. A GMF também não poderá ser acionada em ocorrências como roubos ou arrombamentos.

Arimá Rocha garantiu que esta sobreposição de funções não irá ocorrer. "A integração da Guarda com a Polícia Militar tira a sobrecarga da PM, para que ela possa cuidar de crimes de grande porte. 95% das ocorrências são de pequeno porte, que podem ser administradas pela Guarda Municipal. Não temos a intenção de substituir a Polícia. Quem comanda são as polícias Militar e Civil. O que a Guarda pode fazer é uma parceria com estes órgãos. Queremos apenas contribuir", afirmou.

Segundo o diretor da GMF, a integração só se tornou possível graças à prefeita Luizianne Lins. "o Governo do Estado há muito tempo queria fazer a integração, mas as gestões municipais anteriores não tinham esta visão. Houve várias tentativas, mas sempre houve resistência. Faltava visão profissional". Sobre a atual relação entre as forças de segurança do Estado, Arimá Rocha diz que mantém "relacionamentos excelentes com as outras forças policiais".

A integração ao Ciops é um dos resultados do convênio de cooperação técnica assinado pelo Governo do Estado e pela Prefeitura Municipal de Fortaleza, em novembro do ano passado. Esta parceria já ocorre atualmente com o Controle de Tráfego em Área de Fortaleza (CTAfor), que disponibiliza as imagens feitas pelas câmeras de monitoramento do trânsito à Polícia Militar, nas operações em conjunto envolvendo órgãos dos dois níveis e na integração dos serviços do Sistema de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), da Prefeitura, e do Grupamento de Socorro de Urgência (GSU), do Governo do Estado.


CTAFOR

O Controle de Tráfego em Área de Fortaleza (Ctafor) é formado por uma gerência de operações, com sete engenheiros de tráfego; uma gerência de planejamento, composta por dois técnicos, e a central de controle, que conta com um engenheiro plantonista e dois operadores. Três sistemas complementares de controle de tráfego fazem parte do Ctafor:


Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 16h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 


CTAFOR

O Controle de Tráfego em Área de Fortaleza (Ctafor) é formado por uma gerência de operações, com sete engenheiros de tráfego; uma gerência de planejamento, composta por dois técnicos, e a central de controle, que conta com um engenheiro plantonista e dois operadores. Três sistemas complementares de controle de tráfego fazem parte do Ctafor:

CFTV
O sistema de circuito fechado de TV (CFTV) do Ctafor abrange 30 câmeras nos principais cruzamentos da cidade. As câmeras podem ser controladas por computadores ou manualmente. Elas são capazes de girar em um ângulo de 360 graus na horizontal, além de contar com um zoom óptico de 22 vezes e um zoom digital de 8 vezes. As imagens são transmitidas para 20 monitores e um telão. Qualquer ocorrência de maior gravidade é informada à Divisão de Operação e Fiscalização de Trânsito da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), localizada no mesmo espaço do Ctafor.

PMV
O sistema de painéis de mensagens variáveis (PMV) alerta os motoristas sobre mudanças ocorridas ao longo de seus itinerários. De posse dessas informações, os motoristas podem alterar seu trajeto, evitando vias e cruzamentos cujo tráfego esteja comprometido. Há 20 painéis instalados em toda a Fortaleza. Além de informar e dar informações sobre o trânsito, os PMVs divulgam mensagens educativas, institucionais e pedidos de doação de sangue ao Hemoce. De acordo com o diretor do CTAfor, Marcus Vinícius Teixeira, não há como mensurar o retorno obtido com tais mensagens. No caso do Hemoce, contudo, Teixeira afirma que o retorno é "muito bom".

SCOOT
Os semáforos que fazem parte do sistema Scoot são controlados por computador e podem ser ajustados de acordo com informações recebidas por um laço detector, um sensor que capta a quantidade de veículos que passa por um trecho determinado. Dependendo do fluxo, o tempo do semáforo pode ser reduzido ou ampliado. Na Capital, existem 208 cruzamentos com esta tecnologia. Segundo o Ctafor, em alguns corredores da cidade, o sistema reduziu os atrasos em 40% e aumentou a velocidade dos veículos em 20%.


Fonte: Controle de Tráfego em Área de Fortaleza (CTAfor)


SAIBA MAIS

Funções da Guarda Municipal
- Proteção preventiva e ostensiva dos bens patrimoniais da Prefeitura de Fortaleza.
- Manter a segurança pessoal do Prefeito e Vice-Prefeito.
- Executar serviços de vigilância.
- Auxiliar a Defesa Civil do Município.
- Auxiliar no serviço de orientação e salvamento de banhistas nas praias e parques de Fortaleza.
- Auxiliar no controle das filas de usuários nos terminais de transportes coletivos urbanos.

Áreas de atuação
- Órgãos e equipamentos públicos municipais: Paço Municipal, gabinete do Prefeito, gabinete do Vice-Prefeito, Secretarias Municipais, Secretarias Regionais, Hospitais Públicos Municipais, Museus e Bibliotecas.
- Ronda Escolar: creches e escolas da rede municipal de ensino.
- Pelotão Ambiental: Parque Rio Branco, Horto Florestal e Parque Adahil Barreto.
- Proteção do patrimônio histórico, cultural e ambiental da cidade.



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 16h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




16h15, 24 de novembro de 2006

População aprova patrulhamento com bicicletas na orla

Buscando o aperfeiçoamento, a Guarda Municipal de Maceió lançou um questionário para a população da Capital que freqüenta a orla marítima e que já começou a se habituar ao patrulhamento da região em bicicletas. Através das respostas a corporação constatou a aprovação da população e pretende aprimorar, ainda mais, este serviço que vem sendo prestado à população.

Desde o dia 27 de setembro que a GMM realiza o patrulhamento em bicicletas no trecho compreendido entre o Iate Clube Pajuçara até o término da ciclovia do Hotel Jatiúca, com passagem pela Praça Vera Arruda. O questionário aplicado à população durante essa semana procurou saber como os moradores estão vendo a realização deste tipo de policiamento, fazendo um amplo levantamento dos acertos e do que pode ser melhorado.

Segundo o diretor-geral da GMM, coronel Matias, entre várias conclusões que o questionário apresentou, a principal foi à constatação que mais de 90% da população aprova o patrulhamento. Outro dado relevante apontado é que 93% dos entrevistados se sentem mais seguros com a presença do grupamento em bicicletas da Guarda Municipal.

Entre melhorias que a GMM pretende lançar para este tipo de policiamento, está o aumento no efetivo. Já foram adquiridos 50 novos uniformes e um terceiro grupamento de patrulhamento em bicicletas será criado ainda este ano.

Atualmente, 30 guardas municipais do Grupamento de Policiamento Comunitário (CPCOM) estão responsáveis em realizar o patrulhamento no período utilizado para o lazer e prática de exercícios físicos dos maceioenses. Trabalhando em dias alternados, quinze em cada dia, os guardas além de garantir a segurança buscarão também preservar o patrimônio público municipal.

Fonte: Secom/Maceió



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 19h52
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




24/11/2006 - 02h22m - Atualizado em 24/11/2006 - 02h48m

GUARDA CIVIL MUNICIPAL DE SÃO CAETANO ENTRA EM GREVE

A GCM (Guarda Civil Municipal) de São Caetano do Sul, na região do Grande ABC, entrou em greve buscar por tempo indeterminado nesta quinta-feira (23). Segundo estimativas do sindicato da categoria, 83 servidores do turno da noite cruzaram os braços no final da tarde. Eles pararam o trabalho para protestar contra afastamento do supervisor Róbson Andrei. O município registra total de 398 guardas.

Andrei foi punido após protocolar reivindicação de reajuste salarial e melhores condições de trabalho na Câmara Municipal da cidade, na última terça-feira (21). Ele teria usado carro oficial para entregar o documento ao legislativo.

Com a greve, São Caetano está sem policiamento da GCM, embora conte com a Polícia Militar (PM). Quinze bairros ficaram sem ronda noturna. Os GCMs prometiam passar a noite no quartel da Vila Gerti e engordar o movimento nesta sexta-feira (24), na troca de turno.

Os GCMs de São Caetano reivindicam equiparação salarial com outras Guardas da região. Enquanto um representante da categoria ganha R$ 222,27 na cidade, na vizinha São Bernardo do Campo o piso está em R$ 914,00 – quatro vezes mais. Além disso, eles querem assistência médica, aumento na gratificação por risco de vida e plano de carreira.



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 10h42
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Guarda Municipal de Campos mantém atuação exemplar


A recém formada Guarda Municipal de Campos do Jordão continua prestando um excelente serviço à comunidade, seja na fiscalização e preservação dos prédios, pontos turísticos, escolas e praças públicas, seja como coadjuvante das Polícias Civil e Militar na fiscalização contra atos de vandalismo, auxílio ao público, orientação aos turistas e patrulhamento, com participação bastante ativa na detenção em flagrante de infratores.

Ainda esta semana, por incrível que possa parecer, conseguiu prender em flagrante delito um ladrão que era especialista em furtar dinheiro em templos e igrejas.

Montada uma campana (operação de observação a distância), eles lograram êxito ao flagrar o indivíduo (SCM), que se utilizava de um mecanismo artesanal simples mais eficaz para subtrair notas de dinheiro do interior dos cofres, que em dias comuns e de pouco movimento, ficavam desgrarnecidos.

Ao ser flagrado pela GM furtando um cofre na Igreja de São Benedito, em Capivari, verificou-se que naquele dia ele já havia "visitado" a Igreja Matriz, em Vila Abernéssia.



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 21h46
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Guarda Municipal fará "Ronda Bike"
por Mônica Kikuti

Durante as comemorações do 9º aniversário da GCM, na manhã de ontem, foi apresentado o projeto "Ronda Bike", que começa no dia 9 de dezembro, no Dia Metropolitano Contra a Violência, no Bosque Maia.

Segundo o secretário municipal de Assuntos para Segurança Pública, Geraldo Jânio Vendramini, a ronda será feita por 12 guardas, em sistema de revezamento.

O ponto alto da solenidade foi a homenagem ao guarda Elias Francisco da Silva, morto em serviço no dia 30 de abril. A família do GCM cobra empenho das autoridades no esclarecimento do assassinato. “Não sabemos nada. Já faz sete meses que ele faleceu e nada avançou”, lamenta a irmã do guarda, Elzira Rodrigues de Oliveira.

Segundo ela, a família tem dificuldade em obter informações sobre as investigações e acredita que o caso caiu no esquecimento. “A gente quer uma posição. Queremos justiça e não apenas ‘falação’ (sic)”, disse, referindo-se aos dizeres da vice-prefeita Eneide Maria Moreira, que durante a solenidade afirmou que a Prefeitura está à disposição para fazer tudo o que tiver ao alcance para amparar a família de Silva.

Questionado, Geraldo Vendramini, disse que vai interceder pela família, junto à Polícia Civil, de forma que haja empenho na conclusão do inquérito.



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 12h44
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Prefeitura entrega veículos para a Guarda e Polícia Militar

Quinta-feira, 23 de Novembro de 2006 09:02
Da Redação

O prefeito Edinho Araújo (PPS) entrega nesta quinta-feira viaturas para a Guarda Municipal e para a Polícia Militar. A cerimônia será realizada às 10 horas na secretaria de Trânsito e Transportes.

Os agentes de trânsito estarão recebendo dois Fiat Siena, uma perua Kombi, uma Pick-up Strada, oito motos e 12 bicicletas. Todos os veículos estarão adesivados com a identificação da Guarda Municipal. Para a Polícia Militar, serão entregues quatro motos.

A previsão da secretaria de Trânsito e Transportes é de que a partir de sexta-feira os agentes já comecem a trabalhar com os veículos. Com isso, vai ser possível ampliar os locais de abrangência dos agentes de trânsito, que atualmente estão mais concentrados no quadrilátero central e nas principais avenidas da área central.

De acordo com levantamento, as principais causas das infrações de trânsito registradas na cidade são: estacionamento irregular, falta de cinto de segurança, uso do celular enquanto dirige e falta de talão da Área Azul.



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 11h46
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




O PROTESTO dos guardas municipais foi realizado na manhã de ontem em frente à Prefeitura de Fortaleza(Foto: FCO FONTENELE)
O PROTESTO dos guardas municipais foi realizado na manhã de ontem em frente à Prefeitura de Fortaleza(Foto: FCO FONTENELE)
IMPLANTAÇÃO DO PCCS
Guardas municipais em estado de greve
Os agentes da Guarda Municipal decretaram estado de greve e podem paralisar as atividades até sexta-feira, após uma reunião com representantes da Prefeitura. Eles, que realizaram uma manifestação na manhã de ontem, reivindicam a implementação do PCCS da categoria e a permissão para utilizar arma de fogo em serviço

22/11/2006 01:04

Em 72 horas, os agentes da Guarda Municipal de Fortaleza podem entrar em greve. A decisão foi tomada na manhã de ontem, quando cerca de 150 guardas municipais se aglomeraram em frente à sede da Prefeitura de Fortaleza, na avenida Luciano Carneiro, fechando uma das faixas da via. Os servidores reivindicam uma posição da prefeitura em virtude da espera de seis meses pela elaboração, votação e implementação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) da categoria.

O estado de greve foi decretado ontem, será publicado em diário oficial e, num prazo de 72 horas, a paralisação poderá ser efetivada. Para resolver a questão, foi marcada uma reunião com representantes da Prefeitura às 16 horas da próxima sexta-feira, 24. "Se a Prefeitura tiver alguma proposta que venha a atender às nossas necessidades, a greve acaba antes mesmo de começar", comenta Ângela Rocha, diretora do Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Fortaleza (Sindifort). Caso contrário, 70% dos servidores entrarão em greve por tempo indeterminado, segundo ela.

De acordo com a presidente do Sindifort, Nascélia Silva, foi formada uma comissão para elaboração do PCCS no dia 18 de maio, mas nenhum dos interesses da categoria foi incluído. "Até agora, o projeto ainda não foi votado e os servidores querem uma resposta logo, pois já faz tempo que está sendo discutido e nada muda". Ela ressalta que o salário-base dos guardas municipais é de R$ 192,00. "Têm também os abonos, mas esses valores não fixos e não são incorporados ao salário".

Além do PCCS, os servidores reivindicam a criação de uma ouvidoria e uma corregedoria na Guarda Municipal, já que a regulamentação do Estatuto do Desarmamento pelo Decreto Federal 5.123/04 diz que os guardas municipais só poderão portar armas se existir uma corregedoria e uma ouvidoria. "A população paga impostos e não está recebendo segurança como deveria. Se a gente não pode estar seguro, pois trabalhamos sem armas contra bandidos que possuem armas, como vamos oferecer segurança aos cidadãos?", questiona o guarda Tertuliano Gomes.

O diretor geral da Guarda Municipal e Defesa Civil de Fortaleza, Arimá Rocha, afirma que todo processo estava encaminhado para que o PCCS fosse implantado e se diz surpreso com a possível greve dos servidores. "Acho que é uma decisão precipitada, pois estávamos mantendo uma negociação feita a partir de um diálogo". Ele ressalta que o plano da categoria vem sendo discutido desde o dia 18 de maio, quando foi formada uma comissão para elaboração do projeto.

Segundo ele, a Prefeitura têm priorizado os guardas municipais e a proposta final do PCCS foi entregue em outubro e estava aguardando ser votada na Câmara Municipal de Fortaleza. "Essa reunião com representantes da Prefeitura e da comissão já havia sido marcada anteriormente. Por isso não entendi essa greve". Quanto a criação de uma ouvidoria e corregedoria para permitir que os agentes utilizem armas de fogo em serviço, Arimá relata que a ação já foi aprovada e que será implantada. "Mas antes de ser permitido, a questão do porte de arma passará ainda por uma discussão com a sociedade".


O QUE DIZ A LEI

- A regulamentação do Estatuto do Desarmamento pelo Decreto Federal 5.123/04 diz que os guardas municipais só poderão portar armas se existir uma corregedoria e uma ouvidoria própria e autônoma, para a apuração de infrações disciplinares atribuídas aos servidores integrantes do quadro da Guarda Municipal.

- O porte de arma de fogo aos profissionais será concedido desde que comprovada a realização de treinamento técnico de, no mínimo, 60 horas para armas de repetição e 100 horas para arma semi-automática.

- O profissional da Guarda Municipal com porte de arma de fogo deverá ser submetido, a cada dois anos, a teste de capacidade psicológica.

- A autorização de porte de arma de fogo pertencente à Guarda Municipal terá validade somente nos limites territoriais do respectivo município.


Fonte: Estatuto do Desarmamento



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 15h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Guarda recebe treinamento para atuar em emergências cardíacas

Terça-feira, 21 de Novembro de 2006 08:23
Da Redação

A Guarda Municipal de Rio Preto vai receber, no próximo sábado (25/11), durante a 10ª Caravana da Cidadania, treinamento para atuar em emergências cardíacas nas ruas da cidade. Os integrantes da Guarda vão receber noções de como se comportar quando se depararem com pessoas vítimas de paradas cardiovasculares, como infartos e derrames.

O treinamento será ministrado por profissionais do Instituto do Coração - Incor, por meio do programa IncorAção, e será realizado durante a 10ª Caravana da Cidadania. A Caravana acontece na escola municipal Dr. Ruy Nazareth (rua Almelinda Aparecida de Paula Amaral, nº 149, no bairro Parque Jaguaré), das 9 às 17 horas.

O objetivo da atividade é treinar o público leigo para que possam salvar vidas, já que 50% das mortes por causa de problemas cardíacos ocorrem antes de a vítima chegar ao hospital ou receber pré-atendimento. No Brasil, 360 mil pessoas têm morte súbita, o que significa 986 mortes por dia, ou 1,4 morte a cada dois minutos.

Segundo o coordenador da Guarda Municipal, Gilberto Barbosa, os guardas vão receber orientações teóricas e uma aula prática com simulação de casos de emergência, usando um boneco para o treino. Os participantes receberão o certificado de participação, após a avaliação na aula prática.

O secretário municipal de Trânsito e Transportes, Rui Giorgi, afirma que o treinamento é importante, já que os guardas lidam diretamente, dia-a-dia, com a população. “Vamos ter nas ruas da cidade pessoas prontas e capacitadas para salvar vidas”, diz.

O programa é especialmente dedicado aos profissionais que atuam na comunidade, como bombeiros, motoristas de transporte coletivo e funcionários públicos. Os guardas receberão também informações preventivas sobre temas como “Colesterol e Triglicérides”, “Sexo e Coração”, “Coração e Atividades Físicas” e “Hipertensão”. O treinamento terá como multiplicadores os residentes de cardiologia, estudantes de medicina e de enfermagem do Centro de Apoio Social ao Aluno – Casa, da Faculdade de Medicina de Rio Preto.

Caravana

A 10ª Caravana da Cidadania, que acontece no próximo sábado (25/11), das 9 às 17 horas, na escola municipal Dr. Ruy Nazareth, no Parque Jaguaré, tem como objetivo prestar atendimento gratuito à população de baixa renda. A administração participa com seus secretários, diretores de autarquia e empresas municipais. O prefeito Edinho Araújo também vai atender à população.

Segundo o prefeito, a participação no evento busca aproximar a comunidade da administração municipal, por meio do contato direto dos moradores dos bairros com os representantes do Poder Executivo. Cada secretaria estará levando uma equipe que dará suporte e informações aos moradores.

A integração entre a Prefeitura e a Caravana já vinha acontecendo em edições anteriores. Em 2005, porém, a parceria foi fortalecida, priorizando os compromissos com a área social do governo municipal e as atividades dos parceiros envolvidos. Exames médicos, limpeza de pele e corte de cabelo, parcelamento de dívidas, emissão de documentos, atividades recreativas e noções de cidadania são apenas alguns dos serviços desenvolvidos à população carente da cidade durante os eventos.

É um projeto da Acirp, por meio do Núcleo da Mulher Empresária, em parceria com a Prefeitura de Rio Preto, empresas e órgãos públicos. Com a participação da Prefeitura, a Caravana ganhou uma nova dimensão, ampliando o leque de atividades e serviços. Os estandes voltados à área de Saúde são os mais procurados pela população.

O resultado de Caravanas anteriores apresenta um total de mais de 135 mil atendimentos. A 10ª edição do evento terá o Brechó Solidário, com peças sendo comercializadas a partir de R$ 0,50.



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 17h19
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Sessão solene homenageia as guardas municipais de São Paulo

 

Por iniciativa do deputado Afonso Lobato (PV), a Assembléia Legislativa realizou nesta sexta-feira, 17/11, no auditório Franco Montoro, sessão solene em homenagem às guardas municipais de São Paulo, à qual compareceram, além de deputados estaduais, deputados federais, prefeitos e autoridades de diversas cidades paulistas.
Na data em que a instituição comemora seus 20 anos de existência na cidade de São Paulo, Lobato lembrou que a Assembléia Legislativa é um espaço aberto para as reivindicações do segmento.
Carlos Alexandre Braga, presidente da Associação das Guardas Municipais do Estado de São Paulo, ressaltou que as ações cotidianas da corporação conquistam, pouco a pouco, o respeito da população.
Em seu discurso, o deputado eleito pelo PV Chico Sardelli disse que, “sendo o presente um reflexo de atos passados e a plataforma para o futuro, a presente luta diária das força de azul-marinho é digna do respeito de todos em seu esforço de salvaguardar o bem-estar da população”.
Rubens Casado, comandante da Guarda Civil Metropolitana, lembrou que seu trabalho na instituição foi inspirado em preceitos difundidos pelo falecido deputado Ubiratan Guimarães, na ocasião homenageado na figura de seu filho Diogo. Casado lembrou ainda que o trabalho desenvolvido pela corporação em prol da segurança urbana necessita de regulamentação, que deverá englobar seus deveres e obrigações, ainda não integralmente contemplados no Estatuto do Desarmamento.
O deputado federal Marcelo Ortiz ressaltou os resultados positivos das atividades desenvolvidas pela instituição em vários municípios, na preservação da lei e da ordem e na salvaguarda de vidas humanas. Ortiz lembrou ainda da importância de um trabalho integrado entre forças municipais, estaduais e federais, na luta contra a desordem e o crime.
Arnaldo Faria de Sá, também deputado federal, mencionou a necessidade de uma legislação que possibilite o aparelhamento da infra-estrutura e o aprimoramento do trabalho, cada vez mais técnico e aperfeiçoado, unificando as forças de segurança e garantindo segurança aos cidadãos.
Ao encerrar as homenagens, Afonso Lobato lembrou que a Guarda Civil foi criada ainda nos tempos do Império, visando a manutenção da segurança dos cidadãos. Lobato ressaltou que, como a corporação também exerce o papel de polícia, necessita de regulamentação que reconheça essa atividade.

Guarda paulistana
No município de São Paulo, a Guarda Civil Metropolitana (GCM) foi criada em 1986, na gestão do prefeito Jânio da Silva Quadros, através da Lei Municipal 10.115/86.
A Guarda Civil Metropolitana subordina-se à Coordenadoria de Segurança Urbana, que tem como atribuições básicas estabelecer as políticas, diretrizes e programas de segurança urbana no município, coordenando e gerenciando a integração com as políticas sociais que, direta ou indiretamente, interfiram nos assuntos de segurança urbana.
A GCM atua em toda a capital, em 34 inspetorias regionais, cinco comandos operacionais e uma superintendência de fiscalização do comércio ambulante e atividades afins, como mediação de conflitos e gerenciamento de crises. Conta atualmente com um efetivo de 4.632 homens e 1.573 mulheres. A capacitação profissional e o suporte técnico especializado são realizados no Centro de Formação em Segurança Urbana, dirigido pelo coronel PM da reserva José Francisco Giannoni.
O centro de formação é reconhecido como referência nacional na capacitação de guardas civis metropolitanos, diz a GCM, que explica ainda que o curso de formação, de 835 horas-aula, é norteado pelos princípios dos direitos humanos, das garantias individuais e coletivas e da participação social. Voltado para a chamada “proteção e segurança cidadã”, o Centro de Formação em Segurança Urbana fornece ao novo integrante, segundo a GCM, uma visão moderna e atual, além de conhecimentos técnicos, profissionais e científicos indispensáveis para que possa bem cumprir suas missões em prol da sociedade paulistana.
A GCM conta atualmente com uma frota de 480 veículos e está presente em todas as regiões da cidade, tendo como principais atividades “a proteção cidadã” em escolas, a ronda escolar, a proteção a cemitérios, hospitais e parques e a segurança às áreas de proteção ambiental.
A Guarda Civil Metropolitana participa ainda das medidas de prevenção da violência e da criminalidade, através da implantação de uma Central de Monitoramento, que atua em 94 locais no Centro Novo, Centro Histórico, Anhangabaú, Nova Luz e região da 25 de Março. Esses locais inicialmente são monitorados com 35 câmeras. Na segunda fase do projeto, haverá mais 16 câmeras, que atenderão a avenida Paulista e o Parque Trianon.

 



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 21h18
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Guarda Municipal evita seqüestro no Gopoúva
por Keila Baraçal

Vítima gritou quando passou em frente à Base da GCM; houve troca de tiros, mas ninguém se feriu

Um homem foi preso na tarde desta sexta-feira, 17, depois de ter tentado roubar um carro e seqüestrar o dono dele, o supervisor L.C.S, de 48 anos, no Gopoúva. A ação pôde ser evitada porque a vítima conseguiu saltar do veículo e pedir socorro, em frente à Base Comunitária da Guarda Civil Municipal (GCM), na praça Antonio Nader. A operação foi realizada por dois guardas municipais e dois policiais militares.

A vítima contou à Reportagem que estava voltando do trabalho, quando, já na garagem de sua residência (também em Gopoúva), dois homens o abordaram, comunicando o assalto. “Eu disse que eles poderiam levar o carro”. No entanto, os criminosos obrigaram-no a permanecer no carro.

“Eles pediram para que eu ensinasse um caminho até a Dutra, mas resolvi fazer um caminho próximo à Polícia", lembra.

Quando se aproximou da Base, L.C.S., saltou do carro e começou a gritar. Um guarda (que prefere manter sua identidade sob sigilo) deu voz de prisão para os ladrões. Assustados, eles começaram a trocar tiros, mas ninguém se feriu. Os tiros atingiram uma banca de jornal, que fica na avenida Emílio Ribas. De acordo com a proprietária D.F.A., os projéteis alcançaram a máquina de sorvete do estabelecimento e o outro, passou de raspão pela lataria.

O assaltante L. D. S., de 19 anos, está temporariamente preso no 2º DP em vila Galvão e deverá ser transferido para o Centro de Detenção Provisória da cidade. O outro está foragido. O caso está sendo cuidado pelo delegado titular, José Cavalcanti.

O supervisor passa bem. Dele apenas foi roubado o telefone celular - já recuperado. Do ladrão, a Polícia apreendeu um revólver calibre 38.



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 16h53
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TIRO ATINGE VEÍCULO DA GUARDA MUNICIPAL DE TATUÍ

Um veículo da Guarda Municipal de Tatuí (a 137 km de SP) foi atingido por um tiro no fim de semana. A polícia investiga o caso.

O vidro traseiro do carro ficou estilhaçado. De acordo com o subcomandante da Guarda Municipal de Tatuí, Francisco Severino, o tiro partiu de um revólver calibre 22. A munição foi encontrada no banco de trás.

Segundo o comando da Guarda Municipal, o disparo foi por volta das 4h30 de domingo (12). Dois guardas deixaram o veículo estacionado em uma vaga, ao lado da Praça Matriz, e foram verificar uma denúncia de vandalismo próximo à igreja, a cem metros do local.

Foi registrado boletim de ocorrência pelo crime de danos ao patrimônio, mediante disparo de arma de fogo. O veículo vai passar pela perícia da Polícia Técnica e o laudo deve ficar pronto em 30 dias. O subcomandante da Guarda descarta a hipótese de atentado, mas ainda não há suspeitas de quem foram os autores.



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 08h03
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Guarda de Piracicaba faz escoltas para ônibus

As blitze têm sido freqüentes e, semanalmente, um grupo específico é mobilizado para realizar o trabalho
A Guarda Civil acirrou, neste mês, as operações em ônibus para coibir invasões, ameaças e agressões a motoristas e passageiros após um condutor ficar gravemente ferido no final de outubro. As blitze têm sido freqüentes e, semanalmente, um grupo específico é mobilizado para realizar o trabalho. Até agora, foram 22 escoltas, que contaram com o apoio de oito guardas-civis cada uma e resultaram na apreensão de uma porção de maconha e na abordagem de 123 pessoas.
Em 2005 ocorreram 15 abordagens em coletivos, sendo encontrados pelos guardas-civis quatro revólveres com passageiros. Para o Sindicato dos Transportes Urbanos de Piracicaba da categoria, no entanto, é preciso ainda medidas que inibam a violência também dentro do ônibus. A entidade tem constatado um aumento nas agressões a motoristas neste ano e busca uma reunião urgente com representantes da prefeitura (leia nessa página). Um dos casos ocorreu no mês passado na linha do bairro Bosques do Lenheiro.
Segundo o comandante da GC, capitão Silas Romualdo, o objetivo das operações é impedir principalmente atos de vandalismo, como pedradas, e invasões. Conforme noticiou nesta semana o Jornal de Piracicaba, essa falta de segurança contribui para a evasão da receita no transporte coletivo da cidade, que chega a R$ 300 mil mensais. As fraudes na utilização dos cartões eletrônicos e de falsificação dos bilhetes de papel também são responsáveis pelo prejuízo.
“Não dá para fazermos esse trabalho todos os dias, pois é necessário apoio de cinco viaturas que seriam retiradas de outros setores, mas temos feito operações alternadamente que duram de duas a três horas”, afirmou.
Atualmente, as linhas consideradas mais críticas e que têm recebido atenção especial da GC ficam para a dos bairros Novo Horizonte, Cecap, Eldorado, Bosques do Lenheiro e Mário Dedini. No fim de semana passado, o motorista E.A.S., 36, foi agredido enquanto trafegava pela rua João Zilo, no Novo Horizonte. Quatro homens entraram pela porta traseira e, quando ela se fechava, atingiu um deles. O invasor passou a ofender S. e a golpeá-lo com socos. O motorista diminuiu a velocidade e passageiros, apavorados começaram a descer. Na confusão, uma mulher, B.F.S., 29, se machucou e foi socorrida no hospital Unimed.
O caso ilustra o problema enfrentado no transporte coletivo, que atingiu o ponto extremo no dia 25 de outubro, na rua Pau-Brasil, Bosques do Lenheiro. Na época, o motorista E.R.V., 41, foi agredido com socos, chutes e pauladas quando o ônibus, da Viação Millenium, estava em movimento. Ele perdeu o controle e atingiu o muro da escola Professor José Pousa de Toledo. O veículo ainda foi depredado.
“Fiquei muito triste com tudo o que aconteceu. Foi uma covardia, mas o pior já passou”, narrou V.. Ele permaneceu internado até o dia 2 e voltou a sentir o paladar há três dias. “Ainda não consigo acreditar no que aconteceu. Se não batesse no muro da escola, iria morrer”.
O motorista estava havia quatro meses na linha 126, tendo experiência de 12 anos na profissão. “Trabalhei no Rio de Janeiro, subia a Rocinha, passava pela Baixada Fluminense, e nunca aconteceu isso. Quando voltar ao trabalho, quero ficar bem longe dessa linha”.
Para o comandante da GC, as operações da corporação se tornaram necessárias. “Temos até um grupo específico para esse tipo de operação e atendemos os próprios terminais, especialmente quando o motorista fica receoso com o ônibus muito cheios e nos contata para a viatura acompanhar”, declarou Romualdo.

HORÁRIOS CRÍTICOS – Os horários mais problemáticos aparecem, conforme o capitão, nos finais de semana, principalmente quando há festas e bailes para jovens. “Algumas pessoas que querem entrar no ônibus sem pagar chegam a caminhar de ponto em ponto quando vêem a viatura, que precisa acompanhar até ele desistir e ir embora a pé”.


Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 06h54
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Guarda Ibiuna apreende 140 TVs de plasma

 

A Guarda Municipal de Ibiúna, na região de Sorocaba, aprendeu nesta sexta-feira na cidade uma carreta e 140 televisores de plasma, roubados em São Paulo. O cavalo do caminhão Volvo, com placas da capital, MSD-1770, e a carreta, também da mesma localidade, com placas CZX-3925, foram abandonados em uma travessa do bairro de Puri, após ter descarregado as TVs de plasma, da marca Philco, de 42 polegadas, no bairro vizinho, conhecido como dos Tavares.

Os guardas chegaram ao local por meio de uma denúncia anônima. O caminhão estava em uma casa abandonada localizada na rodovia Tancredo Neves, km 4. Os guardas não divulgaram o nome da empresa roubada nem detalhes do roubo.
> function popup(url,janela,props) { var desktop = window.open( url, janela, props); }



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 06h52
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Guarda de Trânsito de Sinop começa a cumprir nova lei do som de carros
16 de novembro de 2006 - 17h43

Baseada na Resolução 204, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que regulamentou o volume e a freqüência de dos sons produzidos por equipamentos utilizados em veículos, a Guarda Municipal de Trânsito (GMT) da Prefeitura de Sinop começa também a fazer este trabalho de controle no Município.

A resolução que regulamentou o artigo 228 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) estabelece que os critérios de padrões para emissão de ruídos em nível de pressão sonora não poderão ser superior a 80 decibéis (dB), medidos a sete metros de distância do veículo. A infração, considerada grave prevê multa de R$ 127,69, cinco pontos na CNH e a retenção do veículo para regularização.

“A utilização de equipamentos com som em volume e freqüência em níveis excessivos também constitui perigo para o trânsito”, disse o secretário de Trânsito e Transportes Urbanos, Jair Gonzaga, declarando que a lei chegou em boa hora. “Os excessos cometidos, principalmente nos finais de semana poderão ser coibidos, melhorando em muito a qualidade de vida da população sinopense”.

De acordo com Jair, a Resolução 204 vem somar com a do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama) que instituiu o Programa Nacional de Educação e Controle da Poluição Sonora – SILÊNCIO. O Programa considera que veículos de qualquer espécie, com equipamentos que produzam som, fora das vias terrestres abertas à circulação, obedeçam no interesse da saúde e do sossego público, às normas expedidas pelo Órgão e à Lei de Contravenções Penais.

Não estão inclusos nessa Resolução os ruídos produzidos por buzinas, sinalizadores de marcha-ré, sirenes, motor e demais componentes obrigatórios do próprio veículo, veículos prestadores de serviço com emissão sonora de publicidade, divulgação, entretenimento e comunicação, desde que estejam portando autorização emitida pelo órgão ou entidade competente, além de veículos de competição e os de entretenimento público (somente nos locais de competições ou de apresentação permitido pelas autoridades competentes).


Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 05h00
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Guarda municipal é assassinado em posto de gasolina

Adagoberto Baptista / Cosmo On Line

O guarda municipal Marino Lima Braga, de 42 anos, foi assassinado, quando abastecia sua moto, em Nova Odessa, na Região Metropolitana de Campinas, na noite de ontem. Ele ainda foi levado por viatura da Polícia Militar para o Hospital Municipal da cidade, sendo depois transferido para uma unidade de Sumaré, onde morreu.

De acordo com apuração inicial da Polícia Civil, quatro homens chegaram em posto de gasolina de Nova Odessa em duas motos. Renderam funcionários e clientes e alguns foram na direção do GM, que acabou ferido na cabeça. Os quatro bandidos fugiram sem nada roubar, de acordo com a Polícia. Policiais e guardas municipais passaram a noite de ontem e esta madrugada em rondas na cidade, mas não localizaram, até 7h de hoje, qualquer suspeito.

Segundo a Polícia Civil de Nova Odessa, o guarda municipal Marino Lima Braga chegou no posto de gasolina da Avenida Carlos Botelho, Jardim Santa Rosa, com uma moto. Ele parou o veículo, desceu e foi usar o celular. Enquanto falava ao telefone, chegaram quatro homens, divididos em duas motos.

A gangue desceu dos veículos com armas na mão e rendeu quem estava mais próximo, de imediato. Os bandidos notaram o GM, que estava de folga, e então dois foram na direção dele e foram efetuados os disparos. O bando fugiu em seguida.

A Polícia Civil apura se os bandidos iriam assaltar o local e mataram o guarda porque o reconheceram, mas também não descarta chance deles terem parado no posto única e exclusivamente para assassinar o GM.
> function popup(url,janela,props) { var desktop = window.open( url, janela, props); }



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 07h59
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




GM CAPTURA HOMEM PROCURADO

 

 

 

No dia 07/11, por volta das 09h30 as ROTRANs (Motos) da Guarda Municipal, GMs Doniseti, Lopes e Eduardo foram acionados à R. Olímpio dos Santos, Jd. Capitólio, onde segundo informações W.A.A., de 25 anos havia fugido da Clínica “Antonio Luiz Sayão” em Araras, que encontrava-se internado para recuperação de dependência química de uso de entorpecente e estava agressivo pela via pública.

         Após consulta de sua documentação, foi constatado que o mesmo encontrava-se com mandando de prisão. Diante disso, com o apoio dos GMs Calcetti, Montan, Sérgio, Bueno, Oliveira e GMF Ana Lúcia,  W.A.A foi conduzido ao 1º DP, sendo elaborado Boletim de Ocorrência de Captura de Procurado e posteriormente recolhido à Cadeia Pública do município.

 

 

 

PORTE DE ENTORPECENTE

 

 

Os GMs Gueldini e Almeida no dia 13/11 às 12h40 deparam com W.R.F., de 18 anos e D.A.N de 17, fazendo uso de entorpecente pela R. Otávio Maurício Pommer, Jd. Quáglia. Ambos foram conduzidos ao 2º DP para elaboração de Boletim de Ocorrência de Porte de Entorpecente, constatado por exame como maconha.

 

 

 

 

 

  



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 20h58
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Guarda Municipal de Sinop serve de modelo para Claudia
Criada em 1998 e implantada, em Sinop, em 2003, a Guarda Municipal de Trânsito (GMT) está servindo, hoje, de exemplo e modelo para outras cidades do Norte do Estado de Mato Grosso.

Analisando os ganhos obtidos pelo Município, vereadores da Cidade de Cláudia estiveram presentes na Secretaria de Trânsito e Transportes Urbanos (STU) para falar com o secretário e conhecer um pouco mais da estrutura da Guarda, a fim de implantar um sistema semelhante em sua Cidade.

Em conversa com o secretário de Trânsito, Jair Gonzaga, o vereador e líder do prefeito de Cláudia na Câmara, Mauro Vieira Neves, revelou um grande interesse em estar implantando uma estrutura semelhante em sua Cidade. Uma data deverá ser agendada para que o secretário possa estar indo até a Cidade vizinha explanar, com detalhes, quais são os caminhos necessário para se fazer a criação e implantação do serviço.

Segundo Neves, existe uma forte reivindicação dos vereadores, bem como dos moradores de Cláudia para colocação de tachões (tartarugas) e quebra-molas nas principais vias da Cidade que tem 6 mil veículos e 13 mil habitantes. Ele revelou, que em cima dos pedidos, a Prefeitura está providenciando a municipalização do trânsito, mapas das ruas e projeto para nova estruturação.

“Alguns falam que não é viável a municipalização do trânsito, mas o prefeito acredita que seja”, esclareceu complementando que, por ser uma Cidade pequena, Cláudia apresenta mais facilidades para a implantação da Guarda, resultando, certamente, em uma maior qualidade de vida para toda a população.

Além de elogiar a iniciativa e agradecer a confiança por estarem se espelhando na estrutura de Sinop, Gonzaga fez questão de passar todas as diretrizes para que possam criar, de maneira correta, a Guarda Municipal de Trânsito em Cláudia.

Ao ser informado da visita, o prefeito de Sinop, Nilson Leitão, demonstrou grande satisfação e disse que Sinop não medirá esforços para estar ajudando, no que for preciso, não apenas Cláudia, mas todos os municípios que precisarem.

“A Guarda é um dos setores que pretendo estar investindo ainda mais até o final do meu mandato. A Lei que autorizava a sua criação (511/98) já tinha sido aprovada, mas não tinha saído do papel. Lutei para que ela pudesse existir porque acreditava que os resultados poderiam ser positivos. Vejo que acertei e, por isso, faço questão de compartilhar meu acerto com os outros prefeitos”, indagou.


Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 05h25
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




GCM recebe mais armas
 

No dia 1º de novembro, a prefeita de Itapevi, Dra. Ruth Banholzer, entregou oficial-mente ao comandante da Guarda Civil Municipal, Kleber Maruxo, e demais membros, 10 revólveres calibre 38 com 200 munições e 10 pistolas calibre 380 com 300 munições.
Segundo o comandante Maruxo, cada um dos 160 guardas municipais que participaram do 2º módulo da Instrução do Uso do Armamento, completou 22 horas de Instrução. "Outro avanço dentro da Corporação foi a compra das pistolas semi-automáticas calibre 380, que devem ser utilizadas pelos supervisores. As pistolas só serão implantadas após a conclusão do curso de Capacitação Técnica que será ministrada em 12 horas-aula", explicou o comandante.
A prefeita salientou que o investimento traz resultados em curto prazo, como a colaboração em diversos casos solucionados no município. "Equipada e treinada, a Guarda trabalha ainda mais motivada. A cada dia estamos somando benefícios para quem sempre foi muito desacreditada. Para tanto, nada mais justo do que investir na qualificação e nos equipamentos para valorizar um trabalho tão importante no município", finalizou.

 


Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 06h52
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Homens eram alvo de mandados internacionais de captura
Guardia Civil espanhola deteve suspeitos de assaltos em Portugal 
10.11.2006 - 15h44   Lusa
 

A Guardia Civil espanhola deteve dois homens que eram alvo de mandados internacionais de captura por suspeita de assaltos a um carro blindado de transporte de dinheiro e a uma joalharia em Portugal.

As autoridades de Salou (Tarragona) informam que a polícia está ainda a investigar se um dos detidos terá ou não participado no homicídio de um polícia.

Os dois suspeitos vão ser hoje presentes ao juiz de instrução em Madrid.

Na passada terça-feira, a Polícia Judiciária de Faro solicitou a cooperação da Guardia Civil de Tarragona porque tinha indícios de que os dois detidos - Wallace, de 22 anos, e Jefferson, de 31, ambos residentes em Portugal - poderiam estar em Salou.

A Guardia Civil iniciou de imediato as investigações, com a detecção do veículo identificado pela polícia portuguesa como tendo sido usado pelos suspeitos.

Quando o veículo foi detectado, a polícia instalou um dispositivo de segurança que, na tarde de ontem, permitiu a detenção dos suspeitos.

Os dois indivíduos são suspeitos de terem assaltado, em Albufeira, um carro blindado que transportava 35 mil euros, estando na posse de armas de fogo.

Os dois homens são ainda acusados de um assalto com violência e intimidação numa joalharia em Porto de Mós, de onde terão levado jóias avaliadas em 30 mil euros.



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 16h25
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Quinta-feira, 9 de novembro de 2006
Aniversário da Guarda Civil Municipal é comemorado em Itu

divulgação 
Atualmente, fazem parte da corporação 253 GCM e GCMFs
Na manhã da última quarta-feira (08/11), a Secretaria de Defesa do Cidadão realizou uma cerimônia para comemorar o aniversário de 20 anos da Guarda Civil Municipal. O evento ocorreu na Praça da Independência (Largo do Carmo), onde toda a tropa esteve presente, foram realizadas homenagens a integrantes da corporação, a empresas da cidade e também entregues duas novas viaturas à corporação.
        
Na solenidade, o prefeito e autoridades presentes entregaram as medalhas e diplomas “João Machado da Fonseca” a 35 guardas municipais, homens e mulheres, por mais de 10 anos de serviços prestados. Também foi homenageado com a medalha e diploma o GCM José dos Santos Veiga, com 19 anos de serviços prestados. Homenagem também a empresas colaboradoras, através de seus representantes: Robson de Araújo (Schincariol), Paulo Vieira (Emicol) e Adelino de Castro (Plaza Shopping). O prefeito Herculano Passos Júnior entregou ainda as chaves de dois novos veículos à GCM (dois Fiat Pálio). Para o próximo ano está programada a entrega de mais dois veículos no primeiro semestre.
        
O secretario municipal de Defesa do Cidadão, José Rubens Nunes Gomes, falou um pouco da história e trajetória da Guarda Civil Municipal de Itu, criada pela Lei 2.827, de 30 de junho, por iniciativa do também então vereador Benedito Roque de Moraes, iniciando com 50 homens e cinco viaturas, com sede no bairro Alberto Gomes. Em 1982, foram incorporadas as primeiras 80 guardas civis femininas. Gomes lembrou do episódio em que os guardas municipais José Augusto de Jesus e Eliseu Vieira morreram ao tentarem impedir um assalto a ônibus.
        
Atualmente, fazem parte da corporação 253 GCM e GCMFs, tendo a frota 35 veículos (automóveis e motos). De novembro do ano passado a outubro deste ano, 7.371 ocorrências foram registradas no atendimento à população ituana. A Guarda Civil Municipal ainda desempenha papel fundamental na coordenação do trânsito em Itu e nas rondas escolar e rural.
        
Também participaram da cerimônia as seguintes autoridades: o vice-presidente da Câmara de Vereadores, Benedito Roque de Moraes; os vereadores Reginaldo de Castro, Neto Beluci, Givanildo Soares, Luiz Costa e José Elias de Queiroz (Bolinha); o tenente coronel Bellon – representando o comandante do Regimento Deodoro, coronel Diehl; tenente coronel Paulo Sérgio Valle – comandante do 50º Batalhão da Polícia Militar; capitão Sérgio Ricardo Borges – 1ª Companhia da PM; os delegados da Polícia Civil Nicolau Santarém, Dr. Góes e José Moreira Barbosa Neto; coronel Evair Emmanuel (ex-comandante da Guarda Civil Municipal de Itu e atual comandante da GCM Salto); secretários e diretores municipais; Paulo Freire (Conseg); Clemente Bortoletto (diretor da Guarda Civil Municipal); e a ex-vice-prefeita Maria Carneiro



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 10h07
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Camelôs entram em confronto com PM e Guarda Civil em São Paulo 

Do Diário OnLine 09/11/2006 - 10h10

Vendedores ambulantes entraram em confronto com a Guarda Civil Metropolitana e com a Polícia Militar, na madrugada desta quinta-feira, na região da Rua Oriente, no Brás, Centro de São Paulo.

A confusão teve início quando os guardas impediram que os camelôs m

Vendedores ambulantes entraram em confronto com a Guarda Civil Metropolitana e com a Polícia Militar, na madrugada desta quinta-feira, na região da Rua Oriente, no Brás, Centro de São Paulo.

A confusão teve início quando os guardas impediram que os camelôs montassem suas barracas na chamada "feirinha da madrugada". Em protesto, eles incendiaram um caminhão, apedrejaram um ônibus e tombaram uma kombi da fiscalização. A polícia, por sua vez, lançou bombas de efeito moral para dispersar os manifestantes.

Na manhã desta quinta, os camelôs mandaram o comércio da Rua Oriente fechar as portas. Eles permanecem na região, mas a situação é mais calma. Policiais militares e guardas civis também circulam pelas ruas do Brás para conter eventuais novas manifestações.

ontassem suas barracas na chamada "feirinha da madrugada". Em protesto, eles incendiaram um caminhão, apedrejaram um ônibus e tombaram uma kombi da fiscalização. A polícia, por sua vez, lançou bombas de efeito moral para dispersar os manifestantes.

Na manhã desta quinta, os camelôs mandaram o comércio da Rua Oriente fechar as portas. Eles permanecem na região, mas a situação é mais calma. Policiais militares e guardas civis também circulam pelas ruas do Brás para conter eventuais novas manifestações.



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 12h48
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Homenagem da Guarda municipal de Leme ao colega Ferreira.

NÓS...OS GUARDAS...

 

  Mais um dia de serviço, assim como uma noite, uma missão cumprida...É assim o dever que nós, guardas municipais, abraçamos, para que se acentue ainda mais sua segurança e felicidade!

  Deixamos nossos lares, nossas famílias, nosso mundo, nossos sonhos, nossos amigos, nossos filhos...Por você!

  São momentos repletos de emoção, aventura, alegrias, tristezas...O sol ardente na pele, nas rondas noturnas a lua, como companheira, na luta.Botas pretas, bombeta na cabeça, um rádio tagarela onde não se ouvem lindas músicas, mas somente números, vozes, um caráter geral, e ocorrências que nos deslocam a todo tipo de lugar...Nas corridas, faróis, sirenes.

  Uma louca corrida para o fim da estrada, sem o fim da chegada...Sabemos que iremos, mas nunca se voltaremos...

  E, nas idas e vindas da vida, um certo parceiro...coração que dispara, uma lágrima que cai, um amigo que se vai...

  E assim somos nós, os guardas...Passando aí em sua rua, em seu bairro, nos seus olhos, no seu pensamento, no seu sorriso...na sua vida!

   E a cada vez que uma estrela brilhar mais forte, lembre-se de que pode ser a vida de um de nós, em seu último suspiro...Por você!

 

Homenagem dos guardas municipais ao amigo e companheiro, GM FERREIRA, que há um mês nos deixou...

 

Leeme 08/11/2007.



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 12h25
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




07/11/2006 - 06h28m

OPERAÇÃO NA 'FERINHA DA MADRUGADA' TERMINA SEM CONFLITOS

Homens da Guarda Civil Metropolitana (GMC), policiais militares e fiscais da subprefeitura da Mooca fizeram na madrugada desta terça-feira (7), uma blitz na Rua Oriente, no Brás, região Central de São Paulo.

O objetivo da operação era evitar a ação de ambulantes não cadastrados em uma feira que acontece no local de madrugada. Para escapar da fiscalização, muitos camelôs irregulares estão montando suas barracas nas ruas próximas à Rua Oriente. 

Com a blitz, a prefeitura, a GMC e a polícia querem manter os ambulantes somente no interior do bolsão de 70 mil metros quadrados do Brás. Na “feirinha da madrugada” há 3300 camelôs cadastrados.

Por volta das 5h40, a operação foi encerrada. Um pequeno tumulto foi registrado apenas quando os ambulantes irregulares ameaçaram invadir o bolsão, mas tudo acabou rapidamente. Depois que a blitz foi encerrada e os policiais e fiscais foram embora, a feirinha da madrugada voltou a funcionar normalmente.



Escrito por Lucival/GM de Leme/SP às 07h18
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese
MSN - gmleme_4@hotmail.com
Histórico
Outros sites
  AGMESP
  Rio Claro
  União das Guardas
  Minha Vida Pessoal
Votação
  Dê uma nota para meu blog